Zênith

"Estar no mundo sem ser do mundo"

Textos


Ao rever este documentário seríssimo de James Cameron e Simcha Jacobovici sobre o túmulo familiar de Jesus, descoberto em 1980 em Talpiot, Jerusalém, fico me perguntando por qual razão certas revelações importantissimas para o esclarecimento desta humanidade são desta forma sufocadas obstinadamente na obscuridade.

A descoberta e a pesquisa científica e arqueológica ganharam, ao longo dos anos, várias matérias jornalísticas, e desencadearam várias polêmicas (a meu ver) desnecessárias.

Vejam o documentário com perícias meticulosas de especialistas científicos de renome, análises comparativas de DNA, e deixem falar a intuição.

Quem, ou quais pessoas, sufocam deste modo tirânico as realidades mais plausíveis, em uma época em que todas as maiores mentiras históricas estão vindo (e precisam vir!) à tona?

Para mim, não existe mais sombra de dúvida sequer sobre o que a minha visão interior me aponta como o que há de mais óbvio a respeito da verdade por detrás de certos temas tabus.

Recomendo fortemente.

Gratidão profunda a James Cameron e a Simcha Jacobovici.
O impulso aleatório de hoje, de rever este documentário já esquecido entre tantos filmes da minha videoteca, de jeito nenhum é uma coincidência, após o 'diálogo' de ontem.


Segue na Parte 2
Sahida
Enviado por Sahida em 02/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras