Zênith

"Estar no mundo sem ser do mundo"

Textos


Não seja bom para mim
pois te seguirei 
do inferno ao infinito
e não irás a nenhum lugar
onde, sem te alcançar, 
ou me extinguo
ou faço de nós extintos, 
ordenando ao Universo
que de nós decretou um!

Não seja bom para mim
se não me queres contigo
do inferno ao infinito
impedindo a tua extinção 
tua colisão 
tua inanição... 
te carregando nos braços 
na hora mesma em que prefiras
o inferno ao paraíso
do qual zombas por doer;
na hora mesma em que 
porventura me odeies,
por insistir em te dizer
um anjo do paraíso
do qual duvidas por não ver...

Não seja bom para mim!
Pois isso te custará 
minha lealdade eterna
mesmo que a tua bondade
para mim fosse somente
uma a mais, entre tantos 
desses raios reluzentes
com que te fazes presente
como luz nunca ausente 
em vidas que se apagarão,
e um preço alto pagarão
se atrevendo a te esquecer...

Não sejas bom para mim,
porque uma vez que sejas, 
não me importa o ente alado, 
venerado ou detestado
que me caiba viver
te amando,
a exultar, ou sofrer

do inferno ao infinito...

Pois sendo rainha ou sombra,
venerada ou invisível 
farei todo o impossível 
afronto o inadmissível

tão só para lhe ver sorrir!...


 
Sahida
Enviado por Sahida em 29/08/2020
Alterado em 29/08/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras